Subconscious Cruelty [2000]

Poster 1

História: Não tem nenhum nenhum fio condutor, que se possa chamar história. São 4 curtas sem qualquer ligação entre elas.

Pseudo-Review: Fiquei mesmo na dúvida se havia de falar de este filme, pois ultimamente andamos a ser bombardeados por filmes “choques” que o único objectivo e enjoar/chocar ou provocar nauseas ao espectadores. Temos exemplos recentes como o Serbian Movie , The Human Centipede (First Sequence) e até me arrisco a colocar um filme que já tive oportunidade de falar por aqui Excision(de uma maneira mais soft), e temos este filme de 2002 realizado por Karim Hussain.

As quatro histórias só tem em comum uma coisa gore e violência extrema, admito que aos primeiros 5 minutos da primeira história pensei que ia estar perante um filme interessante e diferente do que estou habituado a ver, o uso da câmara com grandes planos, as cores a fazer lembrar os conhecidos filmes “art house”.Mas passado algum tempo o filme perde-se totalmente, a segunda história fala sobre uma paixão de um irmão pela sua irmã, os pensamentos filosóficos e os longos monologo tem por um lado um certo interesse, mas termina de um forma abrupta com o parto “forçado” usando então os elementos “choque” onde o sangue e a violência imperam sendo assim no final não nos lembramos de mais nada. A terceira história é ridícula demais nem merece qualquer comentário da minha parte, ou por outro lado provavelmente não “alcancei” a ideia que o realizador queria transmitir e não tenho problemas em admitir tal coisa, pois não sou nem de perto nem de longe um crítico de cinema, simplesmente gosto de partilhar as minhas ideias e filmes que vejo.A quarta e última história talvez seja a mais chocante de todo o filme, usa uma personagem que supostamente seria a representação de Jesus Cristo, a ser violado(pelas próprias tripas), rasgado, comido por 3 vampiras (?), o que levanta sempre uma questão. A facilidade com que se usa e abusa da religião católica para o choque e a apreensão em fazer o mesmo com a religião muçulmana, fica só este apontamento pois não tenho qualquer ligação a nenhuma delas.
Em jeito de conclusão o filme é desinteressante, é 1h20 de espectáculo gratuito de sangue, e órgãos desfeitos, com alguns toques de Art House que podia salvar o mesmo infelizmente esses momentos nem chegam a 5m do filme.

Nota: 5/10

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s