Perfect Blue [1997]

Perfect Blue encaixa-se perfeitamente na minha ideia que os filmes de anime são para adultos[sim até mesmo os do Miyazaki tem mensagens que por vezes duvido que algumas pessoas lá cheguem se não tiverem uma faixa etária mais elevada], e as séries para crianças/jovens. A história é simples Mima deixa o grupo  CHAM, a fim de prosseguir o seu sonho como actriz. Mima começa por fazer papeis mínimos mas aos poucos vai ganhado o seu espaço no mundo do cinema, principalmente depois de fazer uma cena em que é violada. Este filme usa um argumento que já se viu em muitos filmes, a dupla personalidade da personagem principal que nos deixa confusos em saber o que é verdade e mentira, se tudo não passa de uma ilusão ou estamos mesmo a viver a realidade, agarra-nos no principio ao fim e não tem tempos mortos, se não fosse a parte final em que entramos numa cena demasiado irrealista o filme estaria perto de ser perfeito.

Para fãs de thrillers psicológicos e como li por ai de filmes do mestre Alfred Hitchcock, Perfect Blue não desilude.

Nota: 7.5/10